Pular para o conteúdo principal

Você errou feio ♥

Não é por vingança, nem por amor. Acontece que a vida cobrou, e cobrou pesado, e eu tive que me defender. Às vezes, a melhor defesa é a fuga, para depois voltar com poder de fogo redobrado. Mulheres se defendem assim, bebê. As vezes a gente tem que ser feminina, delicada, compreensiva e caçar do fundo do baú do coração um instinto materno que temos guardado para o dia de usá-lo da maneira certa. Toda mulher sabe quando os outros esperam dela uma atitude positiva e acolhedora. Mas não é sempre que meu instinto “boa moça” está aflorado e você me errou feio a hora de me ferrar. Não sou adepta de represálias, nem ameaças, mas você vai sofrer. E digo isso despida de qualquer rancor, juro, você é um amor. Mas sei que vai sofrer, chorar, e morrer por dentro porque conheço seu coração. Conheço bem e, por sinal, se não me engano, tem meu nome nele. Então se prepara porque vai doer. Vou entrar nos seus sonhos e cerrar os seus ossos, te deixar paralisado na cama olhando o teto sentindo o fim do mundo se aproximar, subir pela janela, deitar debaixo da sua cama e acabar com as suas noites tranquilas. Eu vou ser o seu arrependimento, neném! Vou acabar com o seu sorriso, seus dentes, sua boca, sua cara, sua cabeça inteira. Vou derreter os seus olhos em sal de lágrima e ninguém vai saber se um dia você viu alguém além de mim. Vai ser tão dolorido, amor! Vou te mandar fotos, vídeos, gravações e transformar seu poder de abstração numa piada sem graça. Você vai me ver com outra pessoa na parede do banheiro, eu beijando outra boca nas bolhas da xícara de café, vai me ver no espelho do elevador, com alguém em todo lugar. Sua imaginação vai ser meu cinema! Não é vingança, juro. Vai ser até bom para você ampliar seu conhecimento sobre sentimentos humanos, esse campo tão abstrato da vida que você acha que conhece tão bem. Eu vou comer seu coração, derrotar as suas defesas e derrubar teu corpo a ponto de você desejar a morte. Sua vida vai ser um corredor vazio, zero portas ou curvas, sem mim. Gostar ou não é uma opção que não lhe cabe, mas posso garantir que vai ser intenso. Você vai ficar espantado com como os olhos podem inchar depois de chorar por muitas horas. Chega a arder, é horrível, marca o rosto e incomoda até para dormir. Sua alma vai andar comigo na bolsa, junto com o estojinho de sombras, o potinho do absorvente interno, o celular e a carteira. Devolvo quando quiser, se quiser, e não aceito cobrança. Mas quero deixar claro, mais uma vez, que não é vingança. Não sou vingativa! O fato é que é sempre bom estar no lugar do outro. É bom pra saber como eu me senti, para saber o quanto dói e o quanto é desnecessário. Como dizia a música: “prepare o teu coração para as coisas que eu vou contar”, porque é uma avalanche de verdades e fatos que você jamais gostaria de saber. Mas vai

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos marcar um dia?

Pra ler ouvindo. Banda do mar - Vamo embora. Se você não gostar, eu saio. Se gostar, eu fico. Se eu ficar, eu moro. Se eu morar, unidos. Se eu não gostar, eu saio. Se eu sair, te levo. Se eu te levar, pra sempre. Se pra sempre, sorrio. Vamos marcar um dia pra eu te contar como eu vejo o mundo? Sou especialista em achar as coisas, pois de base tenho algumas experiências e alguns filmes. Mas vai que você pega gosto pelo jeito que eu vejo? E de carona pega gosto pelo jeito que te pego. Vai que. Também quero saber como você vê as coisas. Estou empolgado em imprimir suas palavras pra levar no bolso e me lembrar que o meu não é o único jeito de ver a vida. Se der certo, eu vibro. Se não der certo, eu guardo. Se eu guardar, pra sempre. Se pra sempre, unimos. Vamos marcar um dia pra me contar de você? Quando souber, me fala o dia, aí eu já reservo minutos da minha vida pra dar atenção à sua. Quem sabe se fará um ensaio do que lá na frente vamos rir e suspirar sobre a presença um do outro…

te amo.

"Mas não diz eu-te-amo assim, cuspido ou sem fundamento ou por não saber o que falar. Diz que teve saudades quando sentiu meu perfume em alguma moça por aí, que lembrou de mim ao ouvir aquela canção da Mallu sobre o batom vermelho e que a moça do filme "O lado bom da vida" é doida como eu. Diz que te faço feliz, também, e aí sim acreditarei em eu-te-amo ou coisa assim."

do começo não dá pra enxergar o fim.

Vai durar o necessário. Talvez não tanto quanto eu gostaria. Talvez não tanto quanto você gostaria. Eu nem sei quem é você ainda. Você nem faz ideia de que eu sou. Vai durar algum tempo, sei lá quanto. Algum tempo. E que diferença faz saber agora? O medo de viver o fim atrapalha a gente de viver o começo. O que você vai fazer se eu acordar amanhã achando graça em outro sorriso? O que eu vou fazer se você acordar amanhã não querendo mais me responder no chat? São perguntas que a gente não precisa da resposta agora. Enquanto eu tiver disposta a continuar tendo você na minha vida, vou te ter. Eu não quero saber quando a gente vai terminar e como vai ser! Eu não quero ter que pensar na possibilidade da sua companhia deixar meus dias! Eu quero um espaço na sua vida pra eu encostar a minha. Nossa história não envolve nada além um do outro. E as datas de validade só servem para acelerar o consumo. Eu quero viver devagar. MAS CARALHO E DAÍ QUE ISSO TUDO PODE TERMINAR NO PRÓXIMO FIM DE SEMANA?…